Home colunas Vivis Qual o boato do dia?
Qual o boato do dia?
0

Qual o boato do dia?

0
0

 

Por: Vivian Lourenço (@_vivis)

 

Todo início de temporada é a mesma coisa… o mercado da bola fica agitado e a central de boatos – ou de fofocas, como acharem mais condizente – funciona a todo o vapor.

São inúmeras as “notícias” de que atleta X ou Y vem para integrar o elenco do São Paulo. E de onde saem essas notícias? Parece que elas brotam do nada e se multiplicam como Gremlins se alimentados depois da meia noite.

Já perdi as contas de quantos jogadores já foram “contratados” nestes últimos dias pelo SPFC. Na última live do site, nomes como Tevez, Jadson, etc. foram veiculados.

Primeiro que essa boataria não ajuda em nada, nem o time, nem o torcedor. Os únicos beneficiados com isso são os empresários dos atletas que podem inflacionar o valor de mercado do jogador – o que nem sempre funciona.

Claro que eu também gostaria que o SPFC anunciasse Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, etc., mas sabemos que a realidade brasileira é bem diferente da que vemos lá fora.

A ansiedade do torcedor neste momento é prejudicial por alguns motivos como: coloca em evidência veículos – e pessoas – que só se preocupam com a audiência e não o bem do clube; atrapalham o trabalho dos jornalistas que estão trabalhando de forma séria; causam tumulto sem necessidade.

Um boato é muito fácil de nascer e muito difícil de ser eliminado. Por isso torcedor, sempre pesquise a informação em fontes que você confia. E lembre-se: Instagram, Snapchat, Twitter, Facebook não são parâmetro para nada, muito menos informação. Jornalista sério não utiliza esses meios como “fontes”  das suas notícias.

Devemos ficar de olho nos reforços sim, mas principalmente confiar no planejamento que Rogério Ceni, juntamente com sua equipe técnica, estão fazendo. Um atleta com 25 anos de Clube sabe como planejar uma temporada.

E quando o time for apresentar um reforço, ele vai anunciar para a torcida toda. Você saber primeiro ou não, neste caso, não fará muita diferença. Então, muita calma!

 

*imagem: Correio Popular

Vivis Nunca soube muito bem o que queria da vida então resolvi fazer jornalismo pra escrever textões pelo mundo afora. Paulista e São-paulina de coração; não sofri a influência de ninguém na hora de escolher um time para torcer (Valeu Telê). Minha vida se resume a duas coisas: amar o São Paulo e seguir o lema “a vida é muito curta pra ignorar a coxinha e o brigadeiro!” Ídolos: Telê, Zetti e Rogério Ceni.