Home colunas Banco de Reservas Sequência de vitórias vale mais para a confiança que para a tabela
Sequência de vitórias vale mais para a confiança que para a tabela

Sequência de vitórias vale mais para a confiança que para a tabela

0
0

Por: Larissa Raysel (@LariRaysel)

 

Faltando apenas 13 rodadas para o fim do campeonato, com uma boa sequência de jogos e com uma evolução visível no futebol do time, o São Paulo fica entre o desespero e a esperança. O último jogo contra o Corinthians é o melhor dos exemplos sobre esse conflito de sentimentos.

O clima antes do jogo para mim, apesar da torcida de acontecer sempre o melhor, era receio, que aumentou quando saiu a escalação. Ousada, indo para cima de um time que teve suas piores atuações no campeonato quando teve que propor o jogo. Não sou a pessoa mais otimista do mundo. Começa o jogo e aos poucos fomos engolindo os caras. A melhor atuação do time sob o comando de Dorival. Como disse Petros ao final do jogo, uma aula.

O resultado, porém, não refletiu o que foi a partida. Novamente, com a ajuda da arbitragem em inúmeros fatores e uma dose de inocência de Junior Tavares, o jogo terminou empatado. Para nós, 2 pontos fáceis, pelo contexto do jogo, que foram para o lixo. Mais uma vez, vimos os adversários diretos conseguindo vitórias improváveis e dormimos na zona de rebaixamento. Incomoda demais.

“Precisamos engatar 3 vitórias, aí deslancha” e outras frases parecidas são comuns nas resenhas tricolores, mas isso não é garantia de nada na tabela, embora seja urgente, claro. Explico. Se você parar para olhar a tabela hoje, vai ver que a diferença entre o 10º colocado, a Chapecoense, e o 17º, nós, é de apenas 3 pontos. Uma vitória diante do Sport no domingo já nos tira da zona de rebaixamento.

Certamente precisamos engatar 3 vitórias. Precisamos engatar tantas quanto possível. O problema é que, estando no Z4, precisamos nos preocupar também com que está acima de nós. Os nossos adversários diretos vão, pelo menos, do 10º ao 16º colocado e esses times também estão conseguindo pontos improváveis. Vide as vitórias de Bahia e Vitória contra Grêmio e Atlético-MG, respectivamente, na última rodada.

Uma vez, li em algum lugar que, quanto mais você trabalha, mais sorte você tem. Esse é o caminho, ainda mais dependendo só de nós para sair da zona de rebaixamento já na próxima rodada. O caminho ainda parece muito escuro, mas com o futebol melhorando pouco a pouco, já consigo ver luz no fim do túnel. Temos que jogar o futebol simples, sem querer ser herói, sem firula e redobrar a atenção na defesa, para evitar de jogar no lixo pontos simples.

A nós, torcedores, cabe o papel que vem sendo extremamente bem executado: apoiar sempre, até o fim. Nós vamos, junto com os jogadores, tirar o Clube dessa situação.

 

 

*Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

*Larissa escreveu a convite do Fala Bandana

Larissa Nunca tive escolha, fui doutrinada para ser são-paulina. Era ninada com o hino do time e logo aos dois anos, se ouvisse fogos de artifício, começava a comemorar o gol do São Paulo. Tenho absurda admiração por aquele que é o maior jogador e ídolo de todos os tempos: Rogério Ceni.